Albertina Sultuane é "Bina Bonita, a menina mais catita da ilha de Moçambique". Na medida em que foi crescendo, Bina compreendeu que tinha nascido com uma singularidade que a fazia sobressair da maior parte dos seus amigos – o albinismo.

Quando Liam Smith – um turista com quem passou longas horas à conversa – lhe deixou um planisfério como recordação, a curiosa Bina decidiu que ia conhecer o mundo de bicicleta – e assim fez. A aventura começou num oceano de águas transparentes e passou pelo Brasil, França, Japão e Angola. Na sua longa viagem, Bina conheceu novas culturas e línguas, aprendeu História e Arte, descobriu lugares e sabores únicos e fez vários amigos, como Milu, uma criança albina angolana que a ajudou a compreender que, na verdade, todos somos únicos e especiais. Tal como muitos descobridores do mundo, a consciência de nós mesmos e o respeito pela diferença são o primeiro passo para uma vida feliz.

Bina, a Descobridora do Índico pretende consciencializar os mais novos para o albinismo e promover a inclusão social dos portadores desta doença. De acordo com a Human Rights Watch, uma em cada mil pessoas na África Subsariana é albina. A discriminação acontece logo na escola (manifestando-se através do bullying ou da falta de adaptação das

instalações à sua condição) e perdura até à vida adulta, com graves consequências no mercado de trabalho e nos comportamentos violentos de que são alvo.

Bina – A Descobridora do Índico

6 750,00KzPreço

    Copyright © 2017 VivaShop. Todos direitos reservados.